“Uma serpente pode viver por até vinte anos, e são animais de difícil adoção caso desista de criá-las. Então levantamos algumas informações para quem quer iniciar neste “hobbbie” que você avalie se você realmente tem o perfil para ter uma cobra em sua casa.”

 

Seus familiares querem a cobra?

Como a maioria de nós não vivemos sozinhos, é importante saber se todos estão de acordo, pois a herpetofobia é algo muito comum. As pessoas no seu convívio poderão temer que a cobra escape, fato que não é incomum. Quando a cobra tem seus 20 cms é fácil de aceitar, mas quando atinge 1,5m ou mais, como será? Convém não adquirir uma cobra sem ter certeza que ela será bem aceita em sua casa.

 

É importante verificar se tem fornecedores de alimentos próximos à sua casa.

Neonatos ou pinkies (ratos recém-nascidos) são relativamente fáceis de encontrar. Ratos adultos já se tornam mais complicados. Há sempre a possibilidade de fazer sua própria criação, mas você será capaz de matar os ratinhos? Alimentar cobras com camundongos vivos é desnecessário e pode trazer complicações para a cobra. Se o rato atacá-la poderá provocar graves ferimentos e traumatizá-la passando a recusar toda e qualquer comida. Até mesmo infecções podem ser causadas pela oferta de animais vivos já que a congelamento mata alguns organismos patógenos que poderão estar nos ratos para alimentação.

 

Tem um terrário adequado?

A maioria das cobras não necessita de um terrário muito elaborado. Uma fonte de aquecimento (cabo de aquecimento ou tapete), um recipiente com água, substrato, um esconderijo. Elas são capazes de feitos extraordinários, nunca subestime a sua cobra. Bloqueie bem todos os buracos e frestas. Uma cobra fora do terrário é muito dificil de se encontrar e muitas vezes quando as encontramos já é tarde demais.

 

Estou informado?

Se você está lendo estas informações já é um bom começo, mas cada espécie de cobra tem diferentes necessidades. Atualmente a maior causa de mortalidade de animais exóticos em cativeiro é a falta de informação! Por isso leia, pergunte a para nós, informe-se sobre as necessidades e preferências do seu animal. Chegou até aqui e ainda não desistiu? Então podemos passar para próxima pergunta.

 

Sei como é o comportamento destes animais?

Uma cobra não é como um cão ou um gato, nem nunca será. Não espere que elas venham até o vidro sempre que chegar em casa ou que elas passem a vida andando de um lado para o outro no terrário. Exceto quando são alimentadas, ou em defesa, as cobras são animais letárgicos que passam grande parte do tempo escondidas, ou enroladas dentro do recipiente de água. Normalmente tornam-se mais agitadas quando têm fome. É muito possível que a cobra tente te morder, ou porque está mudando a pele, ou está assustada ou ainda porque ela confundiu seu dedo com um pinkie. É algo normal e que devemos esperar. Normalmente acalmam com o manejo e com a idade. Se você não suporta a idéia de ser mordido por uma cobra, este animal não é para você.

Se você respondeu positivo a todas estas perguntas então parabéns, você está preparado para iniciar no hobby.
Agora é o momento de se informar e escolher a espécie que pretende adquirir. Ainda tem dúvidas? Comente aqui embaixo ou entre em contato com nossos especialistas em pets. ;)